Image 1 of 1

Public-314779.jpg

Rio Branco (AC), 04/10/2013. Ao som de tambores e cantigas, os indígenas de 16 etnias protestaram nesta sexta-feira (4), na Assembléia Legislativa do Acre, contra o projeto que pode mudar a demarcação de terras indígenas no país. Conhecido como PEC 215, o projeto tramita na Câmara. O representante da etnia Manchineri, Sab-Haji, ressaltou que nunca tiveram os seus direitos tão violados quanto agora. De acordo com ele, algumas terras foram invadidas e, em decorrência disso, índios estão sofrendo ameaças de madeireiros e invasores. "Não estamos dizendo quem é o culpado. O que queremos dizer é que não podemos nos omitir diante da corrupção, intromissão e a falta de liberdade. Estamos reivindicando e vamos continuar, o que não pode é nosso país voltar à ditadura", disse. A Mobilização Nacional Indígena articulou em todo o país, vários atos durante essa semana, para protestar contra o ataque generalizado aos direitos territoriais dos indígenas. Foto: Odair Leal/Frame
Copyright
Odair Leal/Frame
Image Size
3000x2003 / 1.9MB
Contained in galleries
Outubro / 2013
Rio Branco (AC), 04/10/2013. Ao som de tambores e cantigas, os indígenas de 16 etnias protestaram nesta sexta-feira (4), na Assembléia Legislativa do Acre, contra o projeto que pode mudar a demarcação de terras indígenas no país. Conhecido como PEC 215, o projeto tramita na Câmara. O representante da etnia Manchineri, Sab-Haji, ressaltou que nunca tiveram os seus direitos tão violados quanto agora. De acordo com ele, algumas terras foram invadidas e, em decorrência disso, índios estão sofrendo ameaças de madeireiros e  invasores. "Não estamos dizendo quem é o culpado. O que queremos dizer é que não podemos nos omitir diante da corrupção, intromissão e a falta de liberdade. Estamos reivindicando e vamos continuar, o que não pode é nosso país voltar à ditadura", disse. A Mobilização Nacional Indígena articulou em todo o país, vários atos durante essa semana, para protestar contra o ataque generalizado aos direitos territoriais dos indígenas. Foto: Odair Leal/Frame